Vera Argyros

Vera Argyros

O Grupo de Cárita foi fundado por Vera Argyros e mais 5 pessoas, iniciando suas atividades em 2 de outubro de 2002, sem um local fixo e definido. Em janeiro de 2003 foi enviado um e-mail ao Ilmo. Sr. Prefeito, solicitando autorização e um espaço para a realização das reuniões, no horário do almoço. A resposta veio junto com a autorização para a sua realização na sala 2 do auditório do CASS, que vem acontecendo desde a ocasião, possibilitando assim a divulgação dos encontros e a vinda de novos participantes.

Em 2012 sentimos a falta de nossa amiga Vera - última remanescente do grupo fundador original - que alçou "novos vôos" e foi morar na Grécia com sua família.  Embora um pouco tristes, continuamos perseverantes e contando com a ajuda de todos, a fim de levar adiante o grande desafio do trabalho iniciado tão carinhosamente por ela em 2002.

Deixamos aqui registrado o nosso MUITO OBRIGADO por esta iniciativa de amor ao próximo.  Que Deus a abençoe em sua nova jornada!!

Abraços carinhosos,
Grupo de Cárita

Algumas fotos do Grupo:

Reunião do dia 26/10/2011, em comemoração ao
9° Aniversário do Grupo de Cárita.

 Homenagem do Grupo de Cárita: uma camisa com vários
corações de pano colados, com mensagens dos participantes.


 Parte do Grupo reunido.


 A hora do bolo!




 "Grupo de Cárita" escrito em grego.

Turma do Curso de Esperanto



 Seminário do Grupo de Cárita, realizado em 25/08/2008
sobre o tema "Cárita está em mim, Eu estou em Cárita"







"Chamo-me Caridade, sou o
caminho principal que conduz
a Deus; segui-me, eu sou
a meta a que vós todos deveis
visar". [ESE]


===========================================

Mensagem da Vera ao Grupo de Cárita: 

Querido Grupo de Cárita

Olhando para trás, refletindo sobre a minha história pessoal, interna, percebi que todos os processos de transformação em minha vida se fizeram a partir de duas naturezas de experiência: os momentos de dor-amor e os livros que li.

Dor-amor, porque associada a cada uma das marcas de perda pelas quais passei, sempre me senti envolvida de muito amor e que partia muitas vezes até das fontes mais inesperadas. É como se anjos anônimos enxugassem minhas lágrimas e afagassem meu coração.  Em um acidente que sofri em 1980, na emergência do hospital, não lembro de nenhum rosto, mas jamais esqueci dos afagos e olhares de ternura que partiam dos outros paciente e de seus acompanhantes, e de alguns que se levantaram de seus leitos e até os acompanhantes que vieram até onde estava para me abraçar e consolar, esquecidoss de suas dores pessoais. Isso é o amor anônimo e incondicional, do qual jamais esqueci. 

Quando Cárita passou a fazer parte de minha vida em 2002, ela acendeu mais uma luz, que iluminou meu caminho. Quantas lágrimas internas nem brotaram, enxutas pelo amor de todos os que participavam de cada encontro, muitas vezes sem perceber o bem que me faziam, o amor que me davam, o consolo e o esclarecimento que recebia, a esperança que alimentavam. 

Dos livros que li, e que forjaram meu caráter, um especial me vem ao pensamento quando relembro os momentos de Cárita - o Pequeno Príncipe:

“Foi o tempo que tu perdeste com a tua rosa que tornou a tua rosa tão importante”. 
Antoine de Saint-Exupéry


No meu caso...

“Foi o tempo que  ganhei convivendo com a rosa que ela se tornou  tão importante”.


Cárita é essa ROSA. Você que lê as mensagens do grupo ao longo de todo esse tempo, ou que teve a oportunidade de participar dos encontros das quartas-feiras, também é essa ROSA.

Não há palavras que expressem a intensidade dos sentimentos vividos. Agradeço a Jesus a oportunidade de participar da vida da ROSA Cárita, rosa-amor que mudou de forma perene a direção de minha vida....


Beijos carinhosos a vocês, ROSAS que me acolheram nesses curtos e inesquecíveis nove anos.
--

Que Jesus ampare e ilumine suas tarefas diárias!
Votos de Paz!
Vera Argyros